TRAJETÓRIA

hand
TRAJETÓRIA

Começou com um amor Platônico
Quase um sofrer Goetheano:
Suspirava por aquela beleza Alencarnal.

Apaixonaram-se Shakespearadamente
Viveram de risadas Veríssimas
E de desejos Amadianos

Mas tudo foi breve como um Leminski,
E acabou-se a inocência Lobatiana.

Continue lendo


Receita

palavras
Receita

Esculpa as palavras

Sem culpa, lavra-as

Escolha, apara

Parta-as, prepara

Produza, preveja

Continue lendo


Sina

frida
Sina

e toda mulher, antes de nascer, deve se banhar e beber do Rio das Dores
umas bebem mais, outras bebem menos
mas todas bebem e se banham

todas são marias, ou Dolores
as muitas marias das dores. Continue lendo


Desembarque

metro
Desembarque

Caminho pelo corredor branco

Deus, em voz onipresente, fala comigo

“Senhores passageiros…”

Aqui, no fim da linha, tudo acabará

Em minhas mãos, a passagem para um lugar sem grilhões

“Próxima estação, Liberdade”

Continue lendo


Soneto do Quase-amor

lwt

Soneto do Quase-amor

Vá, arremessa-te de inteiro a uma pessoa
Perca-se em si e se encontre nela
Seja um barco de paixão com o desejo à proa
Apague os faróis dos olhos e acenda a vela

Sejas o corpo um grito e alma que ecoa
O sentir prisioneiro e o sentido a cela
Viva assim por uns tempos, e a vida será boa
Tua boca será tinta, e a do outro tela

Continue lendo