Poema Mudo

mudo

Poema Mudo

Quem contestaria que um arco descreve-se no ar
Que a queda não influencia no olhar
Que crianças não podem voar
Que é cada vez menos comum amar

Quem, em sã consciência,
Ou santa demência,
Contestaria aquilo que veio por experiência,
Em rimas simples, pobres, mas com cadência

Quem contestaria, sem mais, sem entender,
O inefável sentimento declamado em um poema,
No ser
A existência de matizes inimagináveis na alma,
No viver
A realidade de abstrato saber

Quem, assim, só por diversão,
Diria entender a aversão,
Essa mania, essa repulsão, religião,
Que de tantos domina o coração

Quem contestaria a beleza de um mundo imaginado
A utopia motriz de um universo sonhado
A equidade de um Deus desmoralizado
Toda a justiça praticada pelo Estado

Quem, pelo motivo que for, faria o favor de dizer não
De ser como o operário em construção
De acreditar em um sonho como solução
De ir além da entonação

Quem contestaria a eficiência do SUS
O cálice de vinho tinto de sangue que seduz
A autoridade que conduz
O inferno que nos produz

Quem ergueria a voz acima da hipocrisia
Diria saber ser isso tudo fantasia
Essa palavra que não vai, engasga, inebria,
Esse silêncio de todos que já é mania

Quem contestaria a veracidade do sono
A verossimilhança da carne
A falta de sentido que há no outono
O desconexo de nosso cerne

Quem saberia dizer o que se deve contestar
Quais das partes, desse texto, se poderiam gritar
O que a vida faria calar
O que é esse mundo em que não se sabe quando lutar

Quem saberia dizer pelo que se deve guerrear
Onde diabos a verdadeira força está
O que é certo ou errado de se pensar
Por que se chama de justiça o ganhar
Qual a diferença entre vitória e matar

Quem, finalmente, contestaria o ato de contestar
Quem saberia dizer em que direção deve-se caminhar
Quem poderia dizer que não pode errar
Quem se atreveria, realmente, a contestar

 

kaio2

Anúncios

Uma resposta para “Poema Mudo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: