A morte da bailarina

ballerina

A morte da bailarina

Em todos os caminhos que se caminha ao se vagar
sem direção ou qualquer tipo de esperança
se encontra a morte que cruel e salutar
impressiona, desmorona e te arregaça

Bailava por aí sem se atinar
às putarias que a vida distribui todas de graça
uma velha manca, fétida e desgraçada
que de ares de bailarina se enfeitava

Causava asco, ojeriza e risos loucos
por todos esses cantos desconexos e escrotos
em que toda essa corja preocupada em julgar
esquece que a vida que possui é escrava

Sem se dar conta dos olhares e dos jugos
a velha insistia em dançar destrambelhada
enquanto em sua cabeça senil e desvairada
dançava obras e mais obras aclamadas

Aconteceu então que de tanto se julgar
algum escravo desses que só quer ajudar
acabou por a velha confinar
e por algum motivo inexplicável
achou melhor proibi-la de dançar

Sendo louca mas não a ponto de se enganar
A velha se entristeceu de forma tão intensa
Que nem as loucuras de que costumava se orgulhar
conseguiu ela manter na realidade

Vendo a tristeza como avanço a se festejar
depois de choques e torturas obtusos
consideraram que na velha se extinguira a loucura
e permitiram que ela deixasse o lugar

De tal modo o ser humano é incrível
que de todo jeito se empenha em destruir
o que de resto de vida existe no indivíduo
o que de esperança o faz continuar

É claro como as vicissitudes de uma vida absurda
que a bailarina não podia mais bailar
não sem ao menos se preocupar
com o asco, a ojeriza e os risos loucos

Com medo então de obrigarem-na a voltar
dançou, intrépida, sua última peça:

Esvoaça em cores
e explode
menina
depois dança fumaça
deixando rastros de cinza
pelo chão

A balada é fria
é louca e vazia
vê se dança escondida
para não ser percebida

A meu Deus meu perdão
por não ter existido
ou pior danação
por não ter me ouvido.

E no crescendo musical
se jogou na frente de um ônibus.

kaio2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: